CARDEAL SEMERANO: CRESCE A FAMA DE SANTIDADE DO BEATO CARLO ACUTIS

O prefeito da Congregação para as Causas dos Santos fala sobre o carisma do jovem, por ocasião da nova edição de sua biografia publicada pela Livraria Editora Vaticana (LEV).

Eugenio Bonanata – Vatican News

A beatificação do jovem Carlo Acutis em Assis, em 10 de outubro passado, despertou uma grande atenção e curiosidade em relação a sua pessoa. A confirmar isso também a iniciativa da Livraria Editora Vaticana (LEV), que publicou uma edição atualizada de sua biografia intitulada “Da informática ao céu. Carlo Acutis”. Uma oportunidade para conferir o parecer do prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, cardeal Marcello Semeraro.

“Não é tanto o aspecto editorial que nos envolve – diz ele – mas a referência à fama de santidade deste jovem, que não deixa dúvida de que está crescendo”. O purpurado afirma que esta fama ultrapassa a dimensão local e confidencia tê-la tocado com as próprias mãos em Assis, durante a celebração do fechamento do túmulo do jovem, que permaneceu aberto durante vários dias no Santuário do Despojamento. Dias marcados por uma profunda devoção popular, refletida na chegada de um grande número de pessoas de toda a Itália.

As novidades

A beatificação, uma experiência que também faz parte do livro: do novo prefácio, assinado por monsenhor Dario Edoardo Viganò, vice-reitor da Pontifícia Academia das Ciências e da Pontifícia Academia das Ciências Sociais, à introdução de Nicola Gori, autor do livro e postulador da causa de beatificação de Carlo.

A terceira novidade, por outro lado, está na contracapa e é o resultado de uma colaboração entre a editora do Papa e a VatiVision, a plataforma digital para a distribuição de conteúdos audiovisuais de inspiração católica. Trata-se de um QRcode que, se fotografado com um celular, remete a uma página da web onde estão disponíveis o filme “Minha Estrada para o Céu” e outros vídeos gratuitos sobre a vida de Carlo Acutis. Sinal de continuidade com a paixão pelas novas tecnologias do beato de quinze anos, que todos gostariam que fosse o padroeiro da Internet.

Padroeiro da Internet

Não é exigido que o padroeiro seja um especialista no assunto, em sentido estrito. Carlo tinha uma competência extraordinária, mas usava esses meios simplesmente para difundir o Evangelho e o conhecimento da Eucaristia. Tanto é verdade, que até o Papa, falando aos jovens, citou repetidamente sua conduta como um exemplo a ser seguido. “O protetor – acrescenta o cardeal – é alguém que viveu uma relação com esses instrumentos de maneira familiar e sobretudo correta do ponto de vista das linhas deontológicas”.

Em primeiro lugar, obviamente, é necessária a canonização, para a qual é exigido o reconhecimento de um milagre por intercessão de Carlo. Um trabalho que chama em causa o papel do postulador, que se concentra sobretudo na América do Sul, de onde vêm muitos relatos de supostos milagres.

Nesse momento, a emergência sanitária dificulta os deslocamentos e os encontros presenciais, fundamentais para a coleta de provas e verificações. No entanto, o cardeal Semeraro enfatiza que a tarefa do postulador não é recolher todos os casos, mas sim identificar aquele que realmente tem a possibilidade de superar as várias fases.

“Um processo – explica ele – que se desenvolve antes de tudo em nível de consultoria médica e depois de consultoria dos teólogos, onde se verifica se houve uma invocação real do beato, se esta foi dirigida somente a ele e, portanto, se há também uma relação de causa e efeito, embora não em termos estritamente matemáticos”.

FONTE: https://www.vaticannews.va/pt/vaticano/news/2021-02/cardeal-semeraro-cresce-fama-santidade-beato-carlo-acutis.html

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *